Recorte 23

recorte23

O céu se decompõe com as cores dos tecidos indianos. Há o azul, predominante, mas tímido. Claro, tão suave que se confunde com a brancura das nuvens. Raios róseos raiam de todos os limites do horizonte , pintando as nuvens próximas,  como se a abóbada celeste fosse uma zebra rajada de azul e rosa. Por fim, um semi-círculo laranja, puro fogo, o sol da manhã.  O sol da vida, o meu sol. Bom dia.

Anúncios